Notícias:
Projeto-piloto recupera celulares roubados na Baixada Fluminense

NOVA IGUAÇU – Criado em novembro, um projeto-piloto da 52ª DP – Nova Iguaçu tem apresentado bons resultados e contribuído para conscientizar a população de que deve consumir apenas produtos de origem lícita. O trabalho consiste em rastrear telefones celulares roubados e devolvê-los a seus donos, após o comprador do aparelho receber mensagem via aplicativo informando que o equipamento é fruto de um crime e deve ser entregue à Polícia Civil. Vinte e dois celulares já foram devolvidos aos verdadeiros donos.

“Nós não marcamos encontros em lugares públicos, como praças e shopping centers. A pessoa é chamada a comparecer à própria delegacia, o que dá legitimidade ao aviso que chega por mensagem de aplicativo. Queremos conscientizar a população de que a compra de produto irregular ajuda a financiar o crime,” afirmou o delegado Celso Gustavo Castello Ribeiro, criador do projeto.

A equipe da delegacia de Nova Iguaçu solicita que o comprador do produto compareça à unidade policial em até 24 horas. Ele deve apresentar a nota fiscal do aparelho, ou algum outro comprovante que mostre que a transação foi feita de forma legal.

“Ao recuperar um aparelho roubado, a equipe do setor de Roubos e Furtos da 52ª DP faz contato com a vítima, que se dirige à delegacia para recuperar seu bem. Aqueles que devolvem o celular roubado ficam inicialmente chateados, mas aliviados por se livrarem de um grande problema. Já as pessoas que recuperam seus aparelhos comemoram bastante, é claro”, disse Celso Gustavo.

De acordo com o Instituto de Segurança Pública – ISP, a região atendida pela 52ª DP teve, entre janeiro e novembro de 2020, 401 registros de aparelhos furtados ou roubados.

Com informações da Polícia Civil do Rio de Janeiro

%d blogueiros gostam disto: