Notícias:
Polícia Civil do Rio investiga possível participação de traficantes no desaparecimento das crianças de Belford Roxo

BELFORD ROXO – O desaparecimento dos três meninos, Fernando Henrique, de 11 anos, Alexandre, de 10 anos, e Lucas Mateus, de 8 anos, segue intrigando a cúpula da Polícia Civil do Rio de Janeiro, que segue investigando a possível participação de traficantes do Morro do Castelar no caso. Os meninos desapareceram na região do Castelar, em Belford Roxo no último dia 27, após saíram para brincar em um campo de futebol e não voltaram mais para casa.

Foto: Divulgação

O secretário de Polícia Civil do Rio de Janeiro, Allan Turnowski, informou que o envolvimento de traficantes no caso passou a ser investigado após um homem ser torturado pelo tráfico para que confessasse o crime. O suspeito foi entregue à Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense -DHBF, na terça- feira (12), no entanto, as autoridades afirmam que ele “não tem qualquer relação com o caso”.

“Após a descoberta de que traficantes sequestraram um homem, amarraram e apresentaram para as famílias dos garotos desaparecidos como sendo o responsável pelo desaparecimento das crianças, assim como o fato de a manifestação de ontem [terça-feira] com um ônibus queimado ter tido incitação de pessoas ligadas ao tráfico de drogas, a Polícia Civil colocou como principal linha de investigação a participação de traficantes no desaparecimento dos meninos”, explicou o secretário de Polícia Civil, ao jornal Extra

Foto: Reprodução de TV

Protesto próximo da DHBF deixa um ônibus incendiado e destruído

Um ônibus da Auto Viação Vera Cruz, acabou de ser incendiado no início da tarde desta terça-feira (12), durante um protesto nas proximidades da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, que fica localizada na Avenida Retiro da Imprensa, 800 – Areia Branca, ao lado da favela do Castelar, quando moradores revoltados sem informações sobre o paradeiro das três crianças desaparecidas na cidade desde o dia 27 de dezembro de 2020, realizaram um protesto na região.

Com informações da Polícia Civil do Rio de Janeiro

%d blogueiros gostam disto: